tempo a sós


Algumas mentes, eu as diria mentes sabias sabem muito bem administrar os seus pensamentos , e aproveitam disto para se impor coisas, afazeres e mesmo compromissos.Porém outras, nas quais eu levanto o dedo por me encontrar neste outro grupo, são daqueles que não param de pensar incessantemente, sem nenhuma ordem cronológica, apenas seguem os seus sentimentos a partir na direção de algum caminho.Esse segundo grupo dos obcecados por pensar, apenas pensam, repensam sobre tudo em sua vida. Seja no amor, no dinheiro, no trabalho ou na vida em geral. Se sofremos por paixão, vamos atrás das razões das coisas vindas do coração, porém se o seu trabalho não acalenta as suas expectativas também é motivo de tamanha insatisfação.Seguindo o meu perfil de eterno pensador, eu me pergunto ao caminhar numa noite gélida pelas ruas do meu bairro se sonhar não estaria me acomodando de certa forma. Será que sonhar aleatóriamente em vez de me impulsionar para algo a frente, não estaria me fazendo relaxar pelo breve prazer de achar que aquilo já seria meu? Posso ser apedrejado por aqueles que se baseiam em livros de auto se ajudem, que eu deveria ser mais positivo e nada cético. Mas mesmo arriscando eu penso e repenso nas últimas horas que eu posso sim, estar retardando o meu crescimento com os meus sonhos. Os mesmos sonhos que me levam das praias de Ipanema até as ruas parisienses podem estar ofuscando o meu tão precioso tempo para chegar no mínimo no meu trabalho mais emotivado e feliz.