amor em equilíbrio


Não adianta querer comentar sobre outros assuntos, mas se jornais, revistas, programas de televisão e seriados também insistem em devanear sobre relacionamentos, aqui estou eu também.

Seja num momento em que estejamos dentro de um ou mesmo na expectativa de tê-lo, o relacionamento entre duas pessoas sempre será uma incógnita para a ciência humana.

algumas pessoas, estas realmente merecem os nossos aplausos, são mais equilibradas. Tem as suas expectativas e anseios no lugar e para o momento certo. Outras, que talvez eu me inclua neste grupo, estão a procura de respostas para suas perguntas. E claro, aquelas que não devemos desmerecer, são as loucas que acabam sequestrando, matando ou se matando para compensar as dores do coração.

Porém no básico, que eu acredito ser necessário num relacionamento, qual seria o melhor procedimento de luta e interesse para se realmente manter uma relação?

Nos conhecemos, nos admiramos, nos tocamos, nos ouvimos... nos ouvimos? E quando só falamos? E quando queremos ser mais ouvidos? E quando a sua história parece nao agradar a outra pessoa? Porém a outra, jura de pé junto que te adora?

Deveríamos esquecer de contar nossas próprias histórias ou mesmo sair atropelando tudo?

Devemos aceitar a forma da outra pessoa e vestir da mesma camisa e atitudes? Ou devemos tentar dividir as duas partes? Talvez esta seria a melhor forma. A divisão, até porque sermos a continuidade um do outro, acabaria um dia com nada de diferente e nada para admirar. A diferença é que faz com que as pessoas continuem interessante umas para as outras. Porque senão eu iria me namorar desde já e já estaria satisfeito.

As vezes vejo em propaganda de sabão em pó ou mesmo na compra do primeiro apartamento, aqueles casais felizes, com seus filhos também felizes. Mas sem querer ser negativo, isso existe? Eu acredito que existe sim, mas em momentos. Como o equilíbrio próprio ou mesmo de um casal, acontece em alguns momentos. E não devemos tentar mantê-lo pois nos desequilibrariamos nestes compassos. Apenas seria importante saber aonde encontrá-lo.

Para relacionamentos, o equilibrío é alma do negócio. Mas quando nos tornamos tão calculistas com números e esferas, será que não estamos deixando de realmente amar e ser amado? Pois o amor é puro, verdadeiro e sempre será leal com que está amando...